Exportações da indústria química paulista somam US$ 4,8 bilhões até novembro

A indústria química paulista exportou US$ 481 milhões em novembro, valor 12,62% superior ao registrado no mês do ano passado. Na comparação com outubro, mês em que foram exportados US$ 558 milhões em produtos químicos, as vendas externas apresentaram recuo de 13,77%. Com esse resultado, o total das exportações realizadas pelo setor no acumulado do ano, até novembro, somaram US$ 4,8 bilhões, 14,15% mais do que no mesmo período de 2016. Na mesma comparação, as importações de produtos químicos pelo Estado de São Paulo tiveram crescimento de 13,54%, passando de US$ 15,9 bilhões para US$ 18,1 bilhões. Os dados constam do Info-Q, informativo sobre comércio exterior editado pelo Sinproquim.

O levantamento mostra que os produtos químicos orgânicos, classificados no capítulo 29 da Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM), foram os mais importados por operadores localizados no Estado de São Paulo. As compras externas desses produtos somaram US$ 5,1 bilhões de janeiro a novembro de 2017. No capítulo 29 estão classificadas as matérias-primas que fazem parte das principais cadeias químicas, como intermediários para resinas termofixas, produtos petroquímicos básicos, intermediários para fibras sintéticas e outros intermediários orgânicos. As fibras sintéticas ou artificiais, classificadas no capítulo 55, foram os produtos químicos que tiveram o maior incremento porcentual em exportações no período.

• Info-Q edição Janeiro a novembro/2017