Fundo destinado à inclusão social deve ser recolhido pelas empresas até 31 de março

As empresas pertencentes à categoria econômica do Sinproquim deverão recolher, até o dia 31 de março, os valores referentes ao fundo destinado à inclusão social, conforme estabelecido nas convenções coletivas de trabalho para o período 2017/2018 assinadas com a Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Químicas e Farmacêuticas do Estado de São Paulo (Fequimfar) e  Federação dos Trabalhadores do Ramo Químico da CUT do Estado de São Paulo (Fetquim). O valor a ser recolhido corresponde a 1,5% dos salários já reajustados, até o teto de R$ 240,00 por empregado beneficiado. 

O Sinproquim enviou às empresas um boleto bancário que deve ser preenchido com o valor do recolhimento. Após dez dias, a contar do dia 31 de março, deve ser encaminhada ao Sinproquim uma relação, que será tratada em caráter confidencial, com os nomes dos empregados, os valores dos recolhimentos e cópia do recibo de pagamento. Para mais informações, entre em contato com o Sinproquim.