Home   |   Contato   |   Associe-se   |   Serviços   |   Convenções Coletivas   |   Localização

Notícias Associados

Coronavírus: como as indústrias podem conservar o óleo solúvel da usinagem em períodos de menor produtividade

15/04/2020

O coronavírus vem levando muitas indústrias a reduzir ou até mesmo parar a usinagem. A fabricante de especialidades químicas Quimatic Tapmatic alerta que o momento exige uma série de cuidados extras para a conservação da qualidade do óleo solúvel. Afinal, o fluido irá ficar mais tempo parado no reservatório das máquinas e tem maiores chances de se deteriorar.
“Quando parado ou sem a devida reposição de concentrado, o óleo solúvel fica sujeito à ação de micro-organismos e pode se estragar prematuramente, causando mais prejuízos às indústrias”, enfatiza Marcos Pacheco, químico da Quimatic Tapmatic.
De acordo com o profissional, o óleo solúvel deteriorado pode gerar uma série de problemas, como: Mau cheiro no ambiente de trabalho (ambiente insalubre); Riscos para a saúde dos operadores (como irritação das vias respiratórias e também na pele); Corrosão e desgaste nas máquinas de usinagem, e Falhas na produção de peças.
Para evitar estes riscos, a única solução é proteger o óleo solúvel.

Como conservar o óleo solúvel - Mesmo com a redução do ritmo de atividades devido ao coronavírus, é possível evitar a contaminação do óleo solúvel de forma fácil. Basta tratar de maneira preventiva a emulsão antes de parar ou reduzir o volume de produção. Depois, no retorno ao ritmo de atividades normal, deve-se complementar os cuidados.

Confira 3 dicas da Quimatic Tapmatic para manter a qualidade do óleo solúvel:
1 – Antes da parada ou redução do ritmo das máquinas, é recomendável avaliar o estado atual do óleo solúvel, através da determinação do pH (potencial de hidrogênio) da solução.
2 – Em alguns casos, uma simples manutenção – com aplicação de dose extra de preservante e alcalinizante – será o suficiente para manter as propriedades corretas até a data de retorno.
3 – No retorno ao ritmo normal de atividades, os cuidados devem prosseguir, com uma nova checagem das propriedades do óleo solúvel. Estes cuidados consistem em verificar de novo o pH, além de conferir a taxa de diluição (Brix), corrigir a emulsão caso a mesma apresente algum desvio e remover o tramp oil. É importante que o tramp oil seja constantemente removido da solução. Existem no mercado equipamentos próprios para esta remoção, como o “skimmer” de disco ou correia.

E o que fazer se o óleo solúvel deteriorar?
Se os cuidados não forem realizados da forma correta – ou se não ocorrerem – existe um grande risco do óleo solúvel já estar deteriorado na hora do retorno às atividades.
Neste caso, será necessário trocar a solução, realizando antes uma boa limpeza no reservatório e na máquina. Esta limpeza deve ser feita com um desengraxante industrial, como o desengraxante à base de água Quimatic ED SOLV, e um bactericida, como o Limpomaq.
Mas é preciso atenção nesta etapa: não adianta apenas remover o óleo solúvel contaminado e colocar óleo novo no lugar (sem fazer a devida limpeza). Afinal, os micro-organismos ainda presentes no sistema voltarão a contaminar a solução, levando à rápida perda de todo o volume reposto. É preciso realmente efetuar a troca de todo o óleo solúvel.

A importância do óleo solúvel bem conservado - Um óleo solúvel bem conservado e de alta qualidade minimiza o atrito e o calor gerados nos processos de usinagem e corte de metais.

Além disso, uma boa emulsão garante: Melhor resistência ao apodrecimento; maior proteção contra o desgaste excessivo de ferramentas; Maior qualidade das peças, evitando que mesmas apresentem acabamento inadequado, alterações dimensionais ou cores indesejadas (devido à queima); e Maior estabilidade na usinagem (reduz a vibração, nível de ruídos e danos na máquina ao evitar atrito e calor excessivos).
Pensando em facilitar o trabalho dos profissionais responsáveis pelo óleo solúvel nas indústrias, a Quimatic Tapmatic disponibiliza uma ficha de controle. Na planilha é possível inserir todos os dados importantes para verificação e histórico da solução.

Para baixar a ficha, acesse:
https://www.quimatic.com.br/ficha-de-controle-oleo-soluvel.php
Confira também vídeo com dicas sobre os cuidados no uso dos óleos solúveis:
https://youtu.be/r-2CcI862Uc

QUIMATIC TAPMATIC
Tel. (11) 3312-9999
e-mail: sac@quimatic.com.br
site: www.quimatic.com.br

 

Informações para a imprensa:
Diálogo Assessoria de Imprensa– Edson Barros. Tels. (11) 2092-9251 e 98144-9750. E-mail: edson@dialogoimprensa.com

Sinproquim
Sindicato das Indústrias de Produtos Químicos
para Fins Industriais e da Petroquímica no
Estado de São Paulo.

Rua Rodrigo Cláudio, 185 - Aclimação
01532-020 - São Paulo - SP
11 3469-0455
sinproquim@sinproquim.org.br

Ver localização no mapa
Institucional   |   Associados   |   Guia   |   Assessorias   |   Contribuição Sindical   |   Cursos e Eventos   |   Notícias   |   A Química

Home   |   Contato   |   Associe-se   |   Informativos   |   Convenções Coletivas   |   Localização

       

Desenvolvido por Fábrica C Comunicação